30 de jul de 2010

Entre 70 países, Brasil é o 42° no ranking de economia digital

Esta é mais uma pesquisa que traz o Brasil para o centro de uma discussão importante para todos nós, porquei trata-se de mais um indicador que é amplamente divulgado por ai afora, mas que não traz no seu interior uma explicação de como este ranking irá conseguir impactar as desigualdades digitais que estão se acirrando no interior do País. Mas, vamos à reportagem.

O Brasil ocupa a 42ª posição na pesquisa Ranking Economia Digital 2010. O estudo, antes conhecido como e-readiness, é produzido anualmente pela divisão de consultoria da IBM e pela Unidade de Inteligência do The Economist. Em sua 11ª edição, a pesquisa tem por objetivo avaliar a capacidade de 70 países de absorverem novas tecnologias de informação e comunicação e aplicá-las a favor do desenvolvimento econômico e social.

Cálculo das pontuações: A pontuação é uma medida de quão amigável é o mercado local às oportunidades baseadas na internet. Mais de 100 critérios quantitativos e qualitativos, organizados em seis categorias distintas, são usados no cálculo de classificações do ranking. As seis categorias (e seu peso no modelo) são: infraestrutura de tecnologia e conectividade (20%); ambiente de negócios (15%); ambiente social e cultural (15%); ambiente jurídico (10%); visão e política do governo (15%); e adoção por empresas e consumidores (25%).

Continua...