6 de set de 2008

Internet por rede elétrica: mais que um piloto


Ministério das Comunicações lança projeto de conexão banda larga via rede elétrica em cidade do Maranhão. Haverá 150 pontos, entre escolas, postos de saúde, órgãos públicos, residências e pequenas empresas de Barreirinhas, porta de entrada do Parque dos Lençóis Maranhenses.


[em mp3]
Saiba como funciona a banda larga pela rede elétrica, em entrevista do Paulo Pimentel, diretor do Fórum PLC na Aptel, fala sobre a tecnologia, que está sendo regulamentada para estrear no Brasil. Ouça o programa.

Fonte: site idgnow e oppi

EDUCAÇÃO E NOVAS TECNOLOGIAS [UNEB] Valença

Campus XV da UNEB promove o Seminário Educação e Tecnologias: Construindo Redes de Produção e Difusão de Conhecimentos - Evento pretende estruturar a pesquisa em Educação e Tecnologias da Informação e Comunicação. O evento acontece nos dias 19 e 20 de setembro, no auditório do Campus XV da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), em Valença, com a finalidade de fortalecer os estudos e práticas pertencentes à área de Educação e Tecnologias da Informação e Comunicação.



Segundo a coordenadora do seminário, a professora Vânia Valente, o evento é gratuito e aberto ao público. A realização do seminário promove, através do debate entre pesquisadores e acadêmicos de diferentes instituições, a socialização de pesquisas em torno da relação Educação e Tecnologias da Informação e Comunicação. Maiores informações, aqui.



Simone Lucena, Andrea Lago, Ariana Clementino e Vânia Valete
Participantes
Cidade de Valença - Rio Una [Território de Identidade Baixo Sul]

5 de set de 2008

2ª Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação da Bahia


Acadêmicos, empresários, gestores públicos e profissionais da área de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) estarão reunidos, de 9 a 12 de setembro próximo, no Hotel Fiesta, em Salvador, para debater o fortalecimento empresarial e da base científica e de pesquisa na área de TIC na Bahia. Promovida pela Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), em parceria com o Sebrae, a II Semana Estadual de TIC vai discutir também as tendências tecnológicas nas áreas de inovação, ferramentas de cooperação entre pesquisadores e empresas, infra-estrutura e cidades digitais, envolvendo sua utilização e segurança com o intuito de estabelecer relacionamentos e soluções disponíveis para questões comuns ligadas a área. Maiores informações, aqui.

Paulo Afonso é reconhecida como Cidade Digital



Paulo Afonso, é a única cidade nordestina a figurar entre as vencedoreas da edição 2008 do Prêmio de Escelência em Governo Eletrônico (e-Gov), organizado pela Associação Brasiliera de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP) e pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão do governo brasileiro.
Com a premiação, a cidade viu reconhecido o esforço desenvolvido pela sua administração no sentido de dotar o município de uma infra-estrutura digital capaz de atender o/cidadão/ã em todas as suas necessidades relativas ao serviço público. Continua...


Cidade Digital: "Cidade Digital é um termo pouco conhecido, que está em alta velocidade tomando conta de planejamentos estratégicos das grandes corporações e governos, isto porque quem tem acesso fácil a informações on-line consegue acompanhar e tomar decisões rápidas de acordo com as demandas da economia. Portanto, quem estiver desconectado tem possibilidades inferiores de movimentar-se e até de cumprir seus objetivos estratégicos. Diante dessa situação, compor a sociedade da informação, através das tecnologias da informação e comunicação livres, é fundamental para pensar no desenvolvimento local e sustentável de uma comunidade, cidade, estado ou nação." In: http://portodoblues.wordpress.com/2008/03/08/software-livre-e-cidade-digital/

3 de set de 2008

Ministro nega liminar em processo que questiona regras para Internet nas eleições



O ministro Joaquim Barbosa, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), negou nesta terça-feira (2) liminar em mandado de segurança ajuizado pelo portal iG que contesta restrições à propaganda eleitoral na Internet nas eleições de 2008. O pedido ainda será analisado pelo plenário.Segundo o ministro, a instrução apenas repete normas utilizadas nas eleições de 2004 e 2006, portanto, não há ilegalidade.

Para o relator, o mandado de segurança não é o meio adequado para questionar norma baseada em lei.Os artigos da Resolução 22.718/2008, contestada pelo iG, dispõem que a propaganda eleitoral na Internet somente será permitida na página do candidato destinada exclusivamente à campanha eleitoral. Além disso, os candidatos poderão manter site com a terminação "can.br", ou com outras terminações, como mecanismo de propaganda eleitoral até a antevéspera da eleição.

O iG alega que a resolução restringiu a divulgação de informações jornalísticas e a comercialização de espaços publicitários para partidos políticos.O ministro Joaquim Barbosa afirmou que não há disposição constitucional ou legal que estabeleça regra específica para uso da Internet para veicular propaganda eleitoral. Segundo ele, o TSE regulamentou a matéria nos limites do poder que lhe é conferido pelo ordenamento jurídico.

"Com base nesse posicionamento, concluo que, a despeito de todo o alegado pela impetrante, as razões apresentadas não traduzem violação a direito líquido e certo, suficiente para afastar a aplicação da Resolução do Tribunal Superior Eleitoral. Assim não vislumbro, no momento, a alegada inconstitucionalidade capaz de, por si só, dar suporte à suspensão, in limine, dos dispositivos impugnados", afirmou o ministro em seu despacho.

Enfim, algém para fazer frente ao apetite voraz destas empresas de internete que comandam todo um conjunto de portais, serviços e aplicações as mais diversas. Fico imaginando que a IG foi a empre$a que foi para a berlinda, mas sabemos muito bem que todas elas agem em conjunto. Esperamos que pelo menos a Internete possa estar nesta eleição, livre da enxurrada de candidatos/as que apenas visam este espaço como trampolim..... para sues desejos pesoais.

Fonte: uol