18 de set de 2008

MP de Brasília espera condenação de estudante que cometeu Racismo Virtual

Brasília – A promotora Laís Cerqueira Silva, do Núcleo de Combate à Discriminação Racial do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, disse que está confiante na revisão da sentença que absolveu o estudante Marcelo Valle Silveira Mello, 23 anos, do crime de racismo.

Ela recorreu da sentença da juíza da 6ª Vara Criminal de Brasília, Geílza Fátima Cavalcanti Diniz, da 6ª Vara Criminal de Brasília que, no mês passado, absolveu o estudante, alegando que o mesmo, não cometeu crime algum e apenas manifestou seu inconformismo com o sistema de cotas.

Silveira Mello, o mesmo que em várias oportunidades atacou a Afropress, provocando a retirada da Agência do ar, foi denunciado pelo Ministério Púbico, em setembro de 2.005, por crime de racismo com base no artigo 20 da Lei 7.716/89, em virtude das mensagens que postava na Internet e em comunidades do Orkut.

Nas mensagens, chamava negros de “burros”, “macacos subdesenvolvidos”, “ladrões”, “vagabundos”, “malandros”, "sujos" e "pobres". Segundo a juíza Geilza Fátima, Valle, réu confesso no processo, tinha apenas “a intenção de se manifestar contra o sistema de cotas raciais, para o acesso às universidades públicas e não contra os negros”. Continua...

Fonte: Afropress - 16/9/2008

Nenhum comentário: