1 de ago de 2009

Supremo nega liminar do DEM contra cotas raciais da UnB

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Gilmar Mendes, negou hoje (31) o pedido de liminar ajuizado pelo DEM (Democratas) para suspender a adoção pela UnB (Universidade de Brasília) de cotas para admissão de vestibulandos negros.

"Embora a importância dos temas em debate mereça a apreciação célere desta Suprema Corte, neste momento não há urgência a justificar a concessão da medida liminar", afirmou Mendes.

O partido pediu a suspensão do sistema de cotas adotado pela Universidade de Brasília (UnB). Decisões do STF servem como parâmetros para outros casos semelhantes. As cotas vão ainda a julgamento em plenário.

Fonte: http://educacao.uol.com.br/ultnot/2009/07/31/ult105u8478.jhtm
Fonte: http://mundoafro.atarde.com.br/?p=1252

Nenhum comentário: