21 de set de 2008

PRIMEIRA TURMA DE COTISTAS SE FORMA NA UNB

Pessoas, esta matéria do Jornal O Globo é horrível. Primeiro fala que o acrescímo de pontos, 10% para estudantes de escola pública do interior, são cotas de 10% para escola pública (erro grave). Depois fala que a UNB reserva 10% das vagas para negros (na verdade reserva 20%). Segue dizendo que de 61 cursos analisados os cotistas tiveram menor desempenho, comparado com os não-cotistas, em 9 cursos, contudo a repórter faz questão de ressaltar o peso do "fracasso" neste 9 cursos. Coisas esquisita..... vocês não acham? Em 85% dos cursos analisados os dois grupos tiveram rendimento iguais e equilibrados, mas o que vale mais ser destacado é os 15% restantes. Será alguma técnica jornalística de prender a atenção do telespectador?

Mais erros grosseiros... a reporter entrevista três pessoas e não indica seus nomes ou cargos. Além disso, a matéria em todo o momento dá a entender que melhorar o ensino público resolveria o "problema" da incompetência dos candidatos pobres (nesse momento não falam mais dos negros). O "cientista social"(?) diz que com o tempo as cotas podem perder legitimidade política. Caramba daonde ele tirou isso???

Para finalizar com chave de ouro o âncora termina com um juízo de valor dizendo que "as cotas não podem esconder o maior problema do Brasil que é a qualidade do ensino".

Mais manipulação do que isso fica difícil... Sabemos que esta é uma mídia a serviço dos não negros e que durante todo este tempo fará de tudo para, desviar sua atenção para a relaçã que estrutura a nossa sociedade brasileira: as relações raciais. Invisibilizar, tornar de menor valor, desconsiderar as vitórias políticas da população negra nunca serão notícias.... Racismo Midiático na veia todo dia, pode nos deixar, inertes.



Fonte Globo.com e Blog AldeiaGriot

Nenhum comentário: