16 de out de 2008

Sem ações afirmativas, Brasil levará 20 anos para zerar desigualdade de renda entre negros e brancos, conclui Ipea

Estudo divulgado nesta terça-feira (14/10) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), com base em dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2007, revela que a diferença de renda entre negros e brancos vem caindo nos últimos anos e, se o ritmo for mantido, deve ser zerada em 2029.
De acordo com o Ipea, a renda per capita dos negros representa menos da metade da renda domiciliar per capita dos brancos. “Trata-se de uma desigualdade particularmente detestável, na medida em que não é atribuível a nenhuma medida de mérito ou esforço, sendo puramente resultado de discriminações passadas ou presentes”, informa o documento. Continua...

Fonte: Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial - SEPPIR

Nenhum comentário: